Translate

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

memórias literárias - 299 - HÁ FLORES NO CAMINHO

HÁ FLORES
NO
CAMINHO


299
A vida quotidiana é de tal forma atarefada que, se possível, nossos carros iriam sozinhos para os lugares de costume. Hoje, com o império dos GPS chega até a ser possível que isso ocorra.

Nós chegamos, telefonamos, falamos na internet, fazemos as nossas reuniões, vamos aos locais necessários, levamos os filhos à escola, o cônjuge ao trabalho, passamos no mercado para comprar o básico, estacionamos na agência bancária, vamos à igreja, e se estivermos em São Paulo perdemos duas horas no trânsito.

Numa dessas idas e vindas notei algo confortador: As árvores da rua, as moitas nas praças e jardins, as plantas da minha casa, elas estavam floridas! Sim, há flores em todo o caminho e eu sequer havia notado!  São flores das mais diversas, das cores mais diferentes, dos tamanhos mais variados. Há flores que perfumam a noite e outras que encantam o dia. Da janela de meu quarto, onde sempre olho para a rua procurando alguém ou alguma coisa eu pude encontrar as flores efusivamente festejando a primavera que se aproxima! Só os pássaros e as abelhas festejavam!

Há flores no caminho. Nós é que não as observamos. Nossos olhos estão fixos no cimento da calçada, no asfalto da rua, nos tijolos dos muros ou no cinzento do céu. Mas há flores no caminho!

A vida é assim, não é mesmo? De tanto sofrimento em inúmeras provações esquecemo-nos de encontrar alguma beleza ou algum sentido para viver. Disse o salmista: Este é o dia que fez o Senhor; regozijemo-nos, e alegremo-nos nele. (Sl 118:24). Igualmente em outro trecho nos fala, citando a experiência da idade avançada: Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios. (Sl 90:12)
Quando inexperientes deixamos os dias correrem com a pressa das agendas. Quando a idade avança consideramos cada dia uma dádiva, algo a ser celebrado! O coração alegre aformoseia o rosto, mas pela dor do coração o espírito se abate. (Pv 15:13) E alegrarmo-nos com o que?

Diz o Novo Testamento: Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco. (1Ts 5:18). Agradecer. Agradecer a Deus pela vida, pelas bênçãos e também pelas provações, pois tudo tem um propósito. Nada acontece por um acaso. E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. (Rm 8:28). Para isso precisamos encher a nossa cabeça com coisas boas, afastando as ruins: Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai. (Fp 4:8).

Pensamentos seletivos: o segredo para uma vida de gratidão.

Os jardins estão florindo e eu estou a olhar para as paredes! Preciso admirar mais as belezas que o Senhor coloca no caminho e menos para os buracos da calçada. Eu não posso impedir uma pomba de pousar em meu ombro, mas posso afugentá-la para que não me transforme em poleiro. Assim, eu não posso impedir um pensamento ruim de vir exibir-se em minha mente; mas posso expulsá-lo: E não vos conformeis  com este mundo, mas transformai-vos  pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. (Rm 12:2)

A propósito, você reparou que as árvores estão floridas? Não? Hoje, ao andar pelo caminho repare, porque bem pode ser que esteja perdendo um grande espetáculo.

 “Conta as bênçãos, conta quantas são recebidas da divina mão; uma a uma, dize-as de uma vez, e hás de ver surpreso quanto Deus já fez”* 

Boa tarde!

Wagner Antonio de Araújo
Igreja Batista Boas Novas de Osasco SP
www.uniaonet.com/bnovas.htm
bnovas@uol.com.br

obs: * (Count Your Blessings Johnson Oatman, Jr. (1856-1926) Edwin Othello Excell (1851-1921), hino 329 do hinário Cantor Cristão).

Nenhum comentário:

Postar um comentário