Translate

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

memórias literárias - 313 - PERGUNTAS SOBRE O LIVRO DE RUTE

 

Caros amigos
 
No último domingo tivemos um concurso bíblico sobre o livro de Rute.
 
Procurei pela internet algumas perguntas relevantes para utilizar, mas encontrei muito pouco material.
 
Assim, decidi criar setenta perguntas para a Escola Bíblica Dominical. Quem sabe este material pode ser útil para alguém.
 
Deus a todos abençoe.
 
Pr. Wagner Antonio de Araújo
 
 
PERGUNTAS SOBRE
O LIVRO DE RUTE
313


01 – Em que dias houve uma fome na terra? “dias em que os juízes julgavam”

02 – Qual o nome do homem que saiu a peregrinar em Moabe? Elimeleque

03 – De onde era Elimeleque e quem compunha a sua família? Ele era de Belém de Judá e sua família era composta da esposa (Noemi) e dos filhos Malom e Quiliom

04 – Como eram conhecidos os homens de Belém de Judá? Efrateus (Belém Efrata)

05 – Quais os nomes das mulheres com quem os filhos de Elimeleque se casaram na terra de Moabe? Órfa e Rute

06 – Quantos anos Noemi ficou com o marido e os filhos na terra de Moabe? Quase dez anos.

07 – O que aconteceu com os filhos de Noemi após dez anos em Moabe? Morreram, deixando viúvas as suas esposas.

08 – Por quais razões Noemi deixou os campos de Moabe e para onde foi? Deixou os campos de Moabe porque estava desamparada e porque ouvira que Deus voltara abençoar a terra de Judá.

09 – O que significa o nome Noemi? Significa encantadora, agradável, alegre

10 – Qual nora disse que não voltaria com Noemi para Judá? Nenhuma, ambas se dispuseram a ir com ela para Judá.

11 – Por que as noras separaram-se, não seguindo juntas com Noemi para Judá? Porque Noemi as dispensou dessa obrigação e porque Rute, uma das noras, insistiu em seguir a sogra. Já Órfa ficou em Moabe.

12 – Diga a frase célebre que Rute dirigiu à sogra, falando sobre não separar-se dela: 16. Disse, porém, Rute: Não me instes para que te abandone, e deixe de seguir-te; porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus;
17. Onde quer que morreres morrerei eu, e ali serei sepultada. Faça-me assim o SENHOR, e outro tanto, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti.

13 – O que aconteceu na cidade onde Noemi chegou? Houve comoção geral por causa de sua situação.

14 – Qual o nome que Noemi propôs ser chamada e o que significa? Mara, amarga.

15 – Noemi foi insensata em justificar a proposição do seu novo nome. O que disse ela de tão insensato? E por que isso é errado?  “O Senhor testifica contra mim e Ele me tem feito muito mal” Ela foi insensata porque Deus tinha um belíssimo plano para o seu futuro, mas ela ainda não conhecia. Devemos dar graças a Deus por toda e qualquer situação, sabendo que Ele nos conduz para o bem.

16 – Quem Noemi ainda tinha em Belém de Judá? Um parente de seu esposo chamado Boaz

17 – Em Belém Rute propôs-se a fazer o que? Ir colher espigas para que sua sogra e ela não passassem fome.

18 – O que era Boaz em Belém? Proprietário de uma plantação.

19 – Onde Rute, sem querer, foi colher espigas? Nos campos de Boaz

20 – O que Boaz notou logo ao chegar à sua plantação? A presença da bela Rute apanhando espigas como uma das pobres da região.

21 – O que Boaz fez com Rute no primeiro dia em que a viu? Conversou com ela, dizendo-lhe para manter-se só nos campos dele a colher espigas.

24 – Rute protestou contra a bondade de Boaz, dizendo o que? Por que me tratas com tanta deferência, sendo eu uma estrangeira?

25 – Qual a razão dada por Boaz para tratá-la com humanidade? Porque soube do bem que ela fazia à sua sogra Noemi.

26 – Qual foi a principal razão do bom tratamento de Boaz à Rute? Porque ela veio abrigar-se debaixo das asas do Deus de Israel.

27 – Onde Rute almoçou no dia em que Boaz lhe falou? Junto dos segadores, comendo com os serventes de Boaz.

28 – Qual foi a ordem de Boaz aos capatazes da colheita? Deixarem de colher de forma completa, para que sobrasse o suficiente para Rute colher após eles.

29 – O que Boaz plantava e de que eram as espigas que Rute colhia? De cevada.

30 – Quanto media um efa? 22 litros atuais.

31 – Quanto Rute colheu no primeiro dia em que esteve na plantação de Boaz? Quase um efa.

32 – Para quem foi a colheita de Rute? Para a sogra dela.

33 – O que fez Noemi com a colheita de Rute? Fartou-se e depois deu o excedente para Rute.

34 – Qual foi a pergunta de Noemi para Rute? Onde colheste?

35 – O que Noemi disse a Rute que demonstra ter mudado de opinião sobre a ação de Deus sobre a sua vida? Que Deus não deixara a Sua beneficência nem para com os vivos e nem para com os mortos, pois Rute foi colher exatamente nos campos do parente do marido.

36 – Quanto tempo Rute colheu nos campos de Boaz? O tempo em que durou a colheita da cevada daquela temporada.

37 – Noemi quis ajudar a Rute; de que maneira ela a quis ajudar? A encontrar um esposo.

38 – O que é padejar a cevada? Jogar ao alto com a pá, separando os grãos das cascas.

39 – O que é eira? Local de terra batida onde se padeja o cereal

39 – O que Noemi ordenou que Rute fizesse no dia em que Boaz iria padejar a cevada? Que ela se arrumasse muito bem e que não se desse a conhecer a Boaz até que ele terminasse de comer.

40 – O que aconteceu após Boaz comer e beber? Ele dormiu.

41 – Até que horas Boaz dormiu e o que o assustou? Dormiu à meia-noite e acordou assustado com os pés descobertos.

42 – Qual o significado dos pés para os antigos no velho testamento? Posição, importância, autoridade.

43 – O que Boaz viu ao acordar? Viu uma mulher deitada aos seus pés, mas não reconheceu-a.

44 – Quem estava deitada aos pés de Boaz? Rute

45 – O que Rute pede a Boaz e por que? Para ele estender a capa sobre ela e ser o resgatador, o remidor

46 – O que era um resgatador? Quando um membro de uma tribo tornava-se pobre e precisava vender uma propriedade da herança do Senhor, um parente mais próximo deveria ser o comprador, para que a propriedade não se perdesse da tribo. Se ele não tivesse condições então o mais rico da mesma família poderia fazê-lo, garantindo que a tribo não perdesse suas propriedades.

47 – O que Boaz achou da atitude de Rute? Considerou maravilhosa e a abençoou em nome do Senhor

48 – Qual foi a comparação que Boaz fez sobre os feitos de Rute? Ele disse que esta última atitude fora melhor ainda do que a primeira, a de seguir e cuidar de sua sogra.

49 – Por que Boaz valorizou tanto a atitude de Rute? Porque ela era jovem e poderia correr atrás do seu coração, procurando um jovem qualquer; mas decidiu seguir os conselhos de sua sogra e era mulher honrada e decente.

50 – Boaz dá duas notícias, uma boa e uma ruim, para Rute. Quais foram? 1) Que ele tudo faria para corresponder ao pedido; 2) Que havia um parente mais próximo do que ele que poderia tornar-se o resgatador.

51 – Onde Rute passou aquela noite? Aos pés de Boaz, segundo orientação dele.

52 – Quanto era cada medida de cevada e quantos Boaz concedeu a Rute para levar à sua sogra? 2 litros, foram 12 litros de cevada.

53 – Quando Rute conta a história à sua sogra, o que diz Noemi sobre o caso? Que Boaz não descansará enquanto não resolver a questão.

54 -  Para onde subiu Boaz e o que fez? Subiu até a porta e chamou um fulano, que era o parente mais próximo.

55 – O que era a porta? Era uma espécie de centro comercial, e eles foram para uma edificação que hoje corresponderia ao cartório.

56 – O que disse Boaz ao parente mais próximo? Contou a história de Elimeleque  apresentou-lhe a necessidade de comprar de Noemi, pois esta passava por necessidade.

57 – O que o parente de Elimeleque disse a Boaz? Eu redimirei.

58 – Qual foi o balde de água fria que Boaz lançou sobre esse parente? Ele disse que junto com a propriedade viria também a viúva de um dos filhos.

59 – O que era o levirato? Costume antigo onde o irmão de um marido falecido suscitava um filho junto de sua cunhada para que tivesse uma decendência.

60 – O que o parente falou sobre comprar a propriedade junto com a viúva de um filho de Elimeleque? Que para ele não interessava, pois iria prejudicar a herança de seus próprios filhos.

61 – O que o parente fez para provar que abria mão da compra para Boaz? Tirou seus sapatos e entregou-os a ele.

62 – Para quê se tiravam os sapatos? Era a prova e o costume legal, feito na frente das testemunhas.

63 – Além da terra, o que Boaz adquiriu? O direito de desposar Rute.

64 – O que as testemunhas disseram a Boaz? Que ele fosse abençoado, afamado, que se portasse varonilmente e que sua prole fosse numerosa.

65 – O que aconteceu após o casamento de Boaz e Rute? O nascimento de um filho por nome Obede.

66 – O que significa Obede? O que serve ou o que adora

67 – O que foi Noemi para Obede, além de sua avó? Foi sua ama, sua babá

68 – Quem sugeriu o nome do menino? As vizinhas de Noemi

69 – De quem foi Obede considerado filho? Filho de Noemi, conquanto filho de Rute

70 – Dê a genealogia de Davi, citada ao final deste livro:
18. Estas são, pois, as gerações de Perez: Perez gerou a Esrom,
19. E Esrom gerou a Rão, e Rão gerou a Aminadabe,
20. E Aminadabe gerou a Naassom, e Naassom gerou a Salmom,
21. E Salmom gerou a Boaz, e Boaz gerou a Obede,
22. E Obede gerou a Jessé, e Jessé gerou a Davi

4 comentários:

  1. Muito bom. Perguntas excelentes ru amei. O mais completo que achei. Que Deus o abençoe ricamente!

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada. Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela iniciativa, muito bom me ajudou muito,
    como diz a palavra de Deus, que ela não volta vazia.

    ResponderExcluir