Translate

quinta-feira, 7 de abril de 2016

memórias literárias - 329 - SEMANA SANTA EM PRUDENTE


 

 
SEMANA SANTA
EM PRUDENTE
 

329
A vida pastoral tem alegrias e tristezas. Contudo, há algumas alegrias que persistem por toda a vida. Uma delas é a oportunidade de conhecer novas igrejas e pregar o evangelho em outras cidades.
 
Deus deu-me esta alegria nos dias 25 a 27 de março de 2016. O Pr. Edson Borges de Souza, da Primeira Igreja Batista em Presidente Prudente, Oeste do Estado de São Paulo (560 quilômetros da capital), convidou-me para ser o conferencista da Semana chamada Santa. Minha esposa Elaine, minha filha Rute Cristina e eu saímos de casa às 16 horas da quinta-feira, 24/03/2016, mas ficamos presos na Rodovia Castello Branco, na altura de Barueri, SP, em virtude de um acidente automobilístico. Às 18 e 45 hs conseguimos rumar para o interior.
 
Fomos no meu velho Peugeot 206 - 2008 prata. Esse carrinho de 136 mil quilômetros rodados, tem sido um herói. Louvamos a Deus por ele, um presente recebido há 8 anos atrás do meu irmão Daniel - a quem serei sempre agradecido!
 
Seguimos pela Castello até o seu final, após o quilômetro 310. Rumamos para Ourinhos noutro trecho bem conservado de estrada. Chegamos então à Rodovia Raposo Tavares, que nos conduziria até Presidente Prudente. Atravessamos quatro fortes tempestades. Numa delas sentimos o carro patinar na água da estrada, o que nos fez andar mais devagar ainda. Mas, pela graça do Senhor chegamos às 2 e 7 da madrugada de sexta-feira, 25/03/2016. O Pr. Edson Borges e o Pr. Messias José dos Santos (pastor do colegiado, que me recomendou ao Pr. Edson) acompanharam-nos com amor, oração e atenção, telefonando-nos várias vezes, até terem a certeza de que chegáramos bem. Rutinha chorou em alguns trechos, mas foi uma pequena heroína, nossa companheirinha.
 
25/03/2016 - SEXTA-FEIRA
 

 
Logo cedo o Pr. Edson Borges veio nos cumprimentar e conhecer. Nós só havíamos nos visto uma vez, numa outra viagem, quando visitei o querido colega Pr. Messias José dos Santos em Pirapozinho (uma das várias missões da igreja). Levou-nos até a residência do irmão Paulo. Ele e sua esposa, irmã Cida,  receberam-nos principescamente. Que família maravilhosa! Pudemos conversar, orar e participar de um delicioso almoço. Seremos sempre gratos pela hospitalidade desta maravilhosa família!
 
Voltamos ao hotel para descansar um pouco, pois o culto seria às 19:30 hs. Rutinha, a nossa filha, estava vivendo a sua primeira longa viagem da vida. Elaine e eu estávamos gratos por sermos uma família, uma família cheia de amor e da presença de Deus. Conseguimos descansar e nos preparamos para o culto da noite.
 
O Pastor Edson, solícito e atencioso, foi nos buscar. Chegamos à Casa do Senhor. Que local magnífico! Logo na entrada já se vê a arquitetura similar à Primeira Igreja Batista em São Vicente, litoral de São Paulo. Fez-me lembrar o Pastor TECÊ BAGBY. E qual não foi a minha surpresa quando soube que ele foi o fundador desta também!
 
O culto processou-se maravilhosamente. Um verdadeiro culto cristão. Um culto tradicional. Um culto em espírito e em verdade. Um culto sem emocionalismos, liberalismos, modismos, enfim um culto bíblico. Com relação à eclesiologia batista, um culto verdadeiramente tradicional, clássico, similar aos que eram prestados pelas igrejas no início da denominação no Brasil até os anos 70. Um oásis no meio de tantos modernismos! Hinos cristocêntricos, hinos tradicionais, solos, reverência, leituras bíblicas, orações, meditação. Um culto riquíssimo!
 
Fui o preletor da noite. O assunto foi: JESUS - UMA MORTE SEM IGUAL. Cristo é a razão da existência das igrejas e a razão para a celebração deste culto em especial. Sua morte, lembrada nesta chamada sexta-feira santa, foi evocada em toda a sua importância. A Palavra de Deus é suficiente para a nossa informação, e o Espírito Santo atuou em nossos corações. Seja Deus engrandecido!
 
 
A pregação foi filmada e pode ser assistida em:
 
PARTE 1
 
PARTE 2
 
Gravamos várias partes do culto, que podem ser assistidas aqui:
 
 
As fotos do culto podem ser vistas aqui:
 

 
Após o culto fomos conduzidos a um excelente restaurante, pela família do irmão Hilário. Que família maravilhosa, gentil, hospitaleira! O nosso bife à parmegiana foi maravilhoso, enquanto desfrutávamos de uma conversa abençoada, repartindo as bênçãos da caminhada cristã. Foram momentos inesquecívels. Deixaram-nos, posteriormente, no hotel, onde com alegria pudemos agradecer a Deus e repousar.
 
26/03/2016 - SÁBADO
 
Fui agraciado com a visita do Pastor Messias José dos Santos, que tomou café comigo no hotel. O Pr. Messias é um velho amigo, conhecido desde os tempos em que usava calças curtas: foi meu aluno na classe de adolescentes da Escola Bíblica Dominical da Igreja Batista em Vila Mirante, São Paulo, Capital. Ele, sua esposa Andrezza e seu filho Gabriel estão firmes no Senhor. Ele cuida de congregações, prega na rádio e tem realizado um trabalho brilhante. Naquela manhã iria conduzir-me à rádio, onde eu iria pregar no programa mantido pela igreja.
 
Levou-me ao estúdio e deixou-me aos cuidados do Pr. Luiz Antonio, também velho conhecido, que participava da Igreja Batista Esperança em Osasco, São Paulo. Ele também faz parte do colegiado. Conduziu-me ao microfone, onde o irmão Márcio, sonoplasta, nos aguardava. Deus deu-me a oportunidade de pregar a Sua Santa Palavra. Falei sobre O BOM PERFUME DE CRISTO. Tal mensagem pode ser ouvida no seguinte link: https://youtu.be/oeqMavxc2aQ
 
Após o programa o irmão Márcio levou-me para conhecer o estúdio da Rádio Globo regional, que faz parte do conglomerado de rádios do mesmo proprietário. Vários jornalistas trabalhando, uma aparelhagem considerável. Então, subitamente, o diretor da Globo levanta-se de sua poltrona e convida-me para conceder uma entrevista no microfone da rádio. Agredeci o convite e aceitei-o, louvando a Deus pela oportunidade de me dirigir a um número grande de ouvintes do oeste paulista e noroeste paranaense. Foram dez minutos de entrevista, onde aproveitei para convidar os ouvintes a participarem das conferências na igreja. A entrevista pode ser ouvida aqui: https://youtu.be/zlL-4ZYp9cY
 

 
Após os compromissos radiofônicos, fui conduzido à residência do Pastor Edson Borges, onde sua família e minha esposa já nos esperavam para o almoço. O Pr. Edson e sua esposa Edite são pessoas maravilhosas. Eles têm três maravilhosas filhas. Toda a família serve ao Senhor. São honrados, dignos, fiéis e de uma simpatia cativante. Ofereceram-nos um almoço inesquecível, delicioso. A irmã Edite é uma exímia cozinheira. Após o almoço,  pude desfrutar de um bom dedo de prosa com o Pr. Edson. Pudemos conversar sobre o evangelho, sobre a situação atual das igrejas evangélicas e o desafio do ministério pastoral contemporâneo. O Pr. Edson, com toda a certeza, é um herói da fé, um pastor digno de ser ouvido, seguido e conhecido. De uma elegância ímpar, de temperamento reservado, possuidor de grande simpatia, o Pr. Edson há vinte anos constrói um ministério profícuo, fundamentado na Palavra de Deus. Eu creio que um dos maiores patrimônios do meu coração foi ter conhecido esse obreiro do Senhor, a quem, à partir daqueles instantes, passei a considerar meu amigo.
 

 
Fomos deixados no hotel para descansar. O cansaço já dominava o nosso corpo. Mas aquelas horas de descanso no hotel fizeram-nos bem. Às 19 horas o Pr. Edson veio nos levar para o culto. E que culto! Algo antológico!
 
O templo da Primeira Igreja é simplesmente magnífico, uma autêntica Casa de Oração. Sua arquitetura antiga nos conduz à reflexão. Confortável, de excelente acústica, com ar condicionado e bons bancos estofados, além de genuflexórios para o povo orar, produz uma sensação de deslumbramento e de relevância ao ato do culto.
 
A igreja encheu-se. Muita gente! Há várias congregações mantidas pelo colegiado. Pastores são condignamente sustentados e recebem a responsabilidade de pastorear essas missões. A igreja, solícita e responsavelmente, auxilia em tudo, mantém os trabalhos, compra os terrenos, constrói os templos, até que o grupo seja auto-suficiente e possa ser organizado como igreja batista. Uma eclesiologia bíblica, a mesma dos nossos pioneiros e a que os clássicos mantém. Nessa noite, dia da Ceia do Senhor, cada pastor trouxe o seu povo. Centenas de pessoas tomaram conta dos bancos. Os pastores sentaram-se à frente. E o maravilhoso culto processou-se. Lembrei-me do que o Pastor José Vieira Rocha, o grande líder batista contemporâneo paulista, disse, ao visitar a mesma igreja: "Wagner, eu chorei de felicidade". Agora era a minha vez de chorar também!
 
O culto poderá ser visto aqui, nestes links:
 
26/03/2016 - CULTO DO SÁBADO
 
PRELÚDIO
 
CRISTO É A ÚNICA ESPERANÇA
 
O SANGUE DE JESUS ME LAVOU
 
CRISTO VEIO AO MUNDO
 
QUE SEGURANÇA
 
SOLO AO SENHOR
 
SEU MARAVILHOSO OLHAR
 
ALVO MAIS QUE A NEVE
 
ALTO PREÇO
 
SEGUE-ME
 
DISTRIBUIÇÃO DA CEIA
 
CONTA-ME A HISTÓRIA DE CRISTO
 
SIM NA CRUZ
 
CRISTO JESUS VOLTARÁ
 
JESUS, UMA DOR SEM IGUAL PARTE 1 - Pr. Wagner Antonio de Araújo
 
JESUS, UMA DOR SEM IGUAL PARTE 2 - Pr. Wagner Antonio de Araújo
 
 
As fotos desse dia podem ser vistas aqui:
 

 
Após o culto fomos conduzidos pelo irmão Oscar e sua família para a sua casa. O Pr. Messias nos acompanhou. O irmão Oscar trabalha na UNESP e tem uma família abençoadíssima e maravilhosa. Esposa honrada, filhos fiéis, um lar construído à luz da Palavra de Deus! Estar com aqueles hospitaleiros irmãos foi um privilégio inesquecível! Experimentamos um dos momentos mais maravilhosos de nossas vidas! Se não tivéssemos o culto às seis horas da manhã do dia seguinte, seguiríamos conversando noite adentro. Porém, como o tempo avançava, ficamos até 11 e 20 h, sendo novamente conduzidos ao hotel. Muito obrigado ao irmão Oscar e a sua família!
 
 
27/03/2016 - DOMINGO
 
Rute Cristina, a minha filha de oito meses, participou de tudo, inclusive desse culto! Para a minha filhota não há tempo ruim, ela está feliz em compartilhar com seus papais do culto ao Senhor. Além disso, ela circulava de braço em braço sem estranhar a ninguém, dando a cada um o sorriso carinhoso e seus movimentos de criança. Como essa menina iluminou as nossas vidas!
 

 

Às seis horas da manhã já estávamos no culto. Um abençoado culto a Deus. Eu pensei que os membros não viriam; enganei-me! O povo lotou os bancos da igreja. O Pr. Edson conduziu maravilhosamente o culto. Muitos hinos, orações, excelente comunhão e, para complementar, a pregação da Palavra de Deus. O Senhor permitiu que eu pregasse sobre JESUS - UMA RESSURREIÇÃO SEM IGUAL. A mensagem pode ser vista aqui: https://www.youtube.com/watch?v=jCsAk0MbWNs
 


 

Após o culto fomos até a casa da irmã Elvira Purim. Perguntei se ela era familiar do Pr. Purim do Paraná, mas disse que não. Descobri que fora criada na mesma cidade do Pr. José Vieira Rocha e que fez parte dos amigos dele na época de infância. Que mundo pequeno! Essa querida irmã é viúva, reside num belíssimo apartamento próximo da UNESP e é dotada de uma elegância à toda prova. Honrada serva do Senhor, serve a Deus na MCA (organização Mulheres Cristãs em Ação), sendo profunda acolhedora dos pastores. Mesmo com a idade mais avançada, não titubeou e cozinhou para nós. Fez verdadeiras iguarias! E, não contente com isso, deu-nos diversos pratos adicionais! O Pr. Edson e o Pr. Messias nos acompanharam no almoço e no desfrute dessa maravilhosa tarde. A irmã Elvira é uma jóia preciosa!
 
Novamente fomos ao hotel. Agora o cansaço batia à porta do nosso corpo. Mas a jornada teria que continuar. Descansamos um pouco e às dezoito horas fomos ao templo novamente. O Pr. Edson escalou-nos para palestrar aos membros sobre um assunto de nosso interesse. Assim, falamos sobre M M P M. A palestra pode ser vista nos seguintes links:
 

 

Logo após a palestra o culto foi iniciado. Novamente um grande número de irmãos presentes. Só que, desta vez, até os bancos do coral estavam ocupados. Que noite! Aguardo a PIB de Presidente Prudente publicar os vídeos das músicas, pois a minha câmera não os registrou. Mas foram solos inesquecíveis, hinos maravilhosos, tudo de forma solene, clássica e bíblica. Na liturgia dessa igreja não há espaço para os modernismos e as excentricidades do presente século. Todos cantam, louvam, oram, glorificam a Deus e mantém-se fiéis aos valores e princípios bíblicos, como os batistas eram há quarenta anos. Descobrir essa igreja renovou no coração a certeza de que, num universo de igrejas liberais, ainda há sete mil joelhos que não se dobraram a Baal, isto é, ainda há igrejas fiéis que não se converteram à mundana teologia integral, secular e ecumênica. Não estamos sós!

 

 

Os vídeos que temos daquele majestoso culto ao Senhor são estes:

A pregação: TU ME AMAS?

Parte 1
https://www.youtube.com/watch?v=9KLlwywAue4
Parte 2
https://www.youtube.com/watch?v=KoW72gbFmBk
Parte 3
https://www.youtube.com/watch?v=GxKikgygnT0
Homenagem à família do Pr. Wagner Antonio de Araújo
https://www.youtube.com/watch?v=jVJkYzDDTFM
As fotos que tiramos após o culto, bem como do jantar que se seguiu estão aqui:
https://www.facebook.com/media/set/?set=a.536004209904192.1073742091.100004838523642&type=1&l=12a300e43e
Invadimos novamente o apartamento da irmã Elvira Purim, que nos aguardava ansiosamente para servir-nos apetitoso jantar. Quanto amor, quanta dedicação! O Pr. Edson e o Pr. Messias estiveram juntos. Momentos como esses são dádivas que o Senhor concede! Rogamos bênçãos de Deus sobre a vida da irmã Elvira!

 

 
28/03/2016 - SEGUNDA
 

 

Mais uma vez o cuidadoso Pr. Edson Borges de Souza veio nos acompanhar no dia da despedida. Tomou café conosco, numa prosa maravilhosa e nos conduziu até a indústria de bolos VOVÓ FORMIGA que é mantida pelo irmão José Cláudio, membro da igreja. Ele, mesmo aposentado, aceitou o desafio e conduz com brilhantismo uma fábrica dos mais deliciosos bolos da região. Não podíamos sair da cidade sem levar alguns. Ele não fez apenas isso: doou-nos um bolo e ainda foi até o mercado comprar tubaínas (refrigerantes) da marca Funada, da região, para experimentarmos com a família em casa. Depois, levou-nos à casa do irmão Oscar, cuja esposa, irmã Beth,  nos aguardava para uma dádiva de despedida. Que afeto, que carinho, que amor!
 
Tomamos o rumo da Rodovia Raposo Tavares e seguimos às dez e meia da manhã, parando apenas no município de Santa Cruz do Rio Pardo, para almoçar, e no Castelinho da Pamonha, em São Roque, para um lanchinho. Enquanto viajávamos, por várias vezes nos emocionamos, lembrando-nos da maravilhosa viagem!

Quero agradecer publicamente o amor da Primeira Igreja Batista em Presidente Prudente, ao Pr. Edson Borges de Souza, ao Pr. Messias José dos Santos, aos irmãos que nos receberam e nos alimentaram, agradecer pelo hotel onde nos acolheram, agradecer ao irmão Roberto Guedes que cuidou de meus livros, agradecer o carinho, o amor, a comunhão, a amizade e o afeto demonstrados durante todo o período.

Bendito seja Deus!


Wagner Antonio de Araújo
07/04/2016


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário