Translate

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

memórias literárias - 392 - ANTES DE CLAMAREM


ANTES DE CLAMAREM

“E será que antes que clamem eu responderei; estando eles ainda falando, eu os ouvirei.” (Is 65:24)

O texto bíblico citado acima encaixa-se no período chamado de MILÊNIO, que, segundo os que assim crêem (e eu sou um deles!), teremos um reinado temporal e pessoal de Cristo sobre a Terra.

Porém, a sua aplicação não se restringe apenas àquele momento escatológico. Ela firma-se sobre outras verdades bíblicas. Significa que o Senhor nosso Deus conhece as nossas necessidades e, antes mesmo que venhamos a rogar por elas, Ele pode respondê-las. Ouçamos as Escrituras Sagradas: “Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes.” (Mt 6:8).Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente.” (Mt 6:6)

Deus conhece as nossas necessidades. E tem prazer em supri-Las. Contudo, é preciso que não estejamos a atravessá-las por culpa nossa. Temos que trabalhar e ganhar o nosso pão dignamente e com o nosso próprio suor. “No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás.” (Gn 3:19). “Aquele que furtava, não furte mais; antes trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tiver necessidade.” (Ef 4:28) Também não podemos ser culpados por má mordomia das coisas que Ele nos concede. Deus nos dá os recursos para a vida e devemos reparti-los com o próximo e com a Obra de Deus. Quem isso não faz passará por necessidades que serão fruto de suas próprias más escolhas. “Semeais muito, e recolheis pouco; comeis, porém não vos fartais; bebeis, porém não vos saciais; vesti-vos, porém ninguém se aquece; e o que recebe salário, recebe-o num saco furado.” (Ag 1:6); “Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas.” (Ml 3:8). “E se abrires a tua alma ao faminto, e fartares a alma aflita; então a tua luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio-dia.” (Is 58:10)

Se observarmos a fidelidade e ainda assim atravessarmos dificuldades, podemos ter absoluta segurança: Deus, que é conhecedor de nossa dedicação e amor por Ele, suprirá cada uma de nossas necessidades em Cristo Jesus.

Há inúmeros testemunhos dos heróis da fé quanto ao assunto. George Muler, Hudson Taylor, David Gomes, Manoel Avelino de Souza, Francisco Fulgêncio Soren, Timofei Diacov. Cada um deles possui toneladas de testemunhos magníficos do suprimento de Deus em horas de dificuldade. Eles são os nossos exemplos de fé.

Mas, e os nossos testemunhos? Temos alguns para contar? Podemos glorificar a Deus com as experiências que Ele nos permite passar? Creio que muitos leitores meus dirão: sim! Eu também tenho as minhas. Graças a Deus, muitas experiências.  Quero partilhar uma de ontem, para glorificar o nome do Senhor.

Graças a Deus sou trabalhador e ganho o meu pão com o próprio suor. Meu recurso é muito pequeno.  Tenho apenas um carro velho; o outro, de minha esposa, tornou-se laje (precisamos dele para que o empreiteiro a construísse). O meu trajeto é longo, 60 quilômetros cada vez que venho e volto da igreja. E, com o calor de 35 graus, o ar condicionado não é um luxo, mas uma necessidade, ainda mais com uma criança de colo e uma grávida. Mas o aparelho do carro quebrou. E, como sempre, não dispunha dos recursos para o conserto.

Fui até Osasco verificar o custo. Analisado o problema, detectou-se vazamento, falta de gás, filtro esgotado etc. Quinhentos reais. Quando ele disse o valor, eu pensei: “meu Deus, como farei para consertar?” Nisto o meu whatsapp tocou. Era uma querida irmã em Cristo. Mandara-me um recibo de depósito, dizendo: “Deus tocou no coração de meu esposo e no meu para enviarmos mais esta ajuda para o seu ministério. Que Deus lhe abençoe...”

Fiquei perplexo! Esta irmã contribuiu em dezembro, em novembro e outras vezes com a construção. Agora, subitamente ela me envia uma mensagem extraordinária, dizendo ter enviado exatamente o que o conserto exigia, e que era para isso mesmo! Escrevi a ela contando o fato. Ela glorificou ao Senhor por ver a mão dEle a agir de forma tão clara e maravilhosa! E eu emocionei-me, pois Deus atentou para a minha necessidade!

Eu sequer orei por isto! Mas Deus tinha ido à frente, aleluia! Eu sequer imaginei de onde conseguiria o recurso. Mas Deus, que permitira o problema (que não foi causado por mim ou fruto de desobediência), provera também o escape, para que a cada dia eu aprenda mais a confiar em Sua imensa graça e misericórdia! Não recebi nem mais e nem menos; recebi exatamente o que representava o suprimento daquela necessidade extraordinária.

Antes de orarem Deus os ouvirá! Estando ainda a falar Deus os atenderá! Isto existe e está disponível para você agora, neste instante! A receita é simples, clara e direta:Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” (Mt 6:33)

Que Deus nos conduza a vivermos cada dia mais a realidade de Sua presença, onipotência e graça sobre a nossa existência!


Pr. Wagner Antonio de Araújo
03/01/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário