Translate

segunda-feira, 22 de maio de 2017

memórias literárias - 454 - O CRENTE EM CAMADAS


O CRENTE

EM CAMADAS


454

O técnico de informática consertava o meu computador e, enquanto conversávamos a máquina atualizava as informações. Falávamos sobre a falta de integridade das pessoas. Ele confidenciava-me sobre a decepção tida com certas pessoas públicas a quem conhecera. Eu mencionei um artista de TV, que faz o boneco de um programa de auditório. Também faz um papel num programa de humor daquele canal, representando um professor promíscuo que gesticula chulamente enquanto disfarça suas conquistas. Esse artista é evangelista (identificado como pastor pelo apresentador) de uma grande denominação evangélica. Já pregou naquele congresso neopentecostal do sul do país, jactando-se da vida dupla. Então o técnico me perguntou: "Por que as pessoas são assim? Não combina! Como conseguem?"

Eu lhe disse: "Você, que conhece tudo de computação, sabe que pode fazer camadas de programação. Assim, sobre a plataforma do meu sistema consegue rodar diversas coisas diferentes, algumas completamente diversas. São camadas de funcionamento da máquina. A vida de certas pessoas também é assim. Esses homens que se dizem crentes e vivem no pecado são crentes em camadas, dedicando apenas um espaço da vida à fé, sem deixar-se influenciar no todo pelo poder de Cristo. Podem ser promíscuos, podem ser adúlteros, podem ser desonestos, podem usar vocabulário chulo, mas, quando vão à igreja ou quando fazem seus ritos evangélicos, rodam uma outra camada de si mesmos. Eles pensam que são crentes, mas, na verdade, são homens em camadas. E pessoas assim não se converteram por inteiro. Cristo sempre salva o homem por completo.  Logo, se só uma camada roda o evangelho, então essa salvação é periférica e falsa. Ele não está salvo; é um blefe". Portanto, pelos seus frutos os conhecereis. (Mt 7:20)

De fato Jesus insistiu com os apóstolos quanto a ser ÍNTEGRO, inteiro, em sua fé e prática, quando disse:

Mas o que ouve e não pratica é semelhante ao homem que edificou uma casa sobre terra, sem alicerces, na qual bateu com ímpeto a corrente, e logo caiu; e foi grande a ruína daquela casa (Lc 6:49)

Quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim. (Mt 10:37)

Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom. (Mt 6:24)

Se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis. (Lc 13:3)

Geralmente esses "crentes em camadas" procuram igrejas periféricas na mensagem, cujo conteúdo não afeta a vida dos seguidores. Hoje tais igrejas são explícitas nos convites: "somos inclusivos, não temos preconceitos, aceitamos toda sorte de sexualidade, de comportamentos, de posições políticas, de práticas de vida. Todos podem compor esta igreja". Há muitas assim. Em minha denominação há igrejas tão liberais que não exigem nem conversão e nem a presença; apenas o cartão de crédito cadastrado. Há igrejas que só pedem tolerância. No meio neopentecostal tem igrejas para lésbicas, para gays, para práticas de religiões ocultistas, para livres pensadores, para judaizantes, para roqueiros, para fanqueiros etc. Isto é, as pessoas são crentes numa camada, a intelectual, a emocional, a comercial, mas não o são no íntimo, de uma forma que altere radicalmente a sua existência. E um evangelho que não corta pela raiz a vontade do pecado não é realmente o evangelho de Cristo.

Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus. (1Jo 3:9). Entenda-se por "não peca" (nesta versão antiga) o sentido de "não vive pecando". Afinal, no mesmo texto, escrito está: Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. (1Jo 2:1)

Se uma suposta conversão a Cristo mantém o indivíduo do mesmo jeito que era, modificando apenas a sua prosperidade, popularidade, cura física ou felicidade emocional, então não houve verdadeira conversão; ouve adaptação externa, uma camada fina de verniz sobre um coração tão pecaminoso como antes.

E por que me chamais, Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu digo? (Lc 6:46)

A verdadeira conversão exige obediência. Se não houver obediência a fé é vã e a pessoa não passa de um "crente em camadas", isto é, um cristão de mentirinha.

Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. (2Co 5:17)

Ou Jesus é o Senhor de tudo e muda o homem na plataforma principal, ou não é senhor de nada, ainda que haja muitos crentes em camadas. Finda a vida acabam-se as camadas e não sobra nada. Essa fé não me interessa.

Wagner Antonio de Araújo

23/05/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário