Translate

sábado, 1 de abril de 2017

memórias literárias - 431 - SÓ NOS RESTA A SAUDADE


SÓ NOS RESTA
A SAUDADE
Antes do ano 2000.
 
Sala de aula. Terça à tarde. Depois da educação física a classe assiste uma aula de história. Léo está na fileira das janelas. Lúcia no meio. Léo gosta de Lúcia. Ele a vê no canto dos olhos. Seu coração pulsa mais forte. De repente o seu olhar cruza com o de Lúcia, que percebe o flerte. Léo fica vermelho. As meninas riem e fazem "hummm". Fim da aula. Léo cria coragem e fala com Lúcia:
 
- Vamos tomar um lanche juntos?
 
- Hoje?
 
- Pode ser?
 
- Sim!
 
Eles seguem para a lanchonete. Léo olha para baixo, vermelho. Lúcia também está sem graça. Nos quinze minutos de intervalo eles trocam algumas palavras e Léo fala que gosta de Lúcia. Ela, enrubecida, nada diz. Mas, ao sair da mesinha deixa um bilhetinho perfumado, com uma florzinha na abertura. "Se quiser podemos ir ao shoping no sábado. Eu também gosto de você!". Léo sente o coração sair pela boca. E lá no barzinho da esquina está tocando uma música: "Estou apaixonado, este amor é tão grande, estou apaixonado e só penso em você a todo instante". Foi o começo de um grande amor...
 
Ano 2017
 
A mesma escola. A mesma aula de educação física, seguida de outra de história. Metade da classe assiste; a outra metade passa mensagens no whatsapp e no facebook.
 
O Léo de hoje também se senta próximo da janela. A Lúcia na fileira do meio. Léo faz um chat com Lúcia.
 
- E aí, gata? Quer ficar comigo?
- Demorou, hein? Quero sim. Na sua casa ou na minha?
- Pode ser na sua?
- Pode. Você tem preservativos?
- Tenho. Ganhei do pastor. Ele deu um quit completo pros adolescentes da igreja.
- Legal. Mas só das 9 às 10 da noite.
- Por que?
- Porque minha mãe disse que o meu irmão vai usar o quarto com a garota dele. Pode ser?
- Valeu! Até lá...
 
-----
 
E ainda tem gente que acha que o mundo evoluiu.
 
O que há de ser dessa sociedade maligna?
 
Ela deixou o respeito, o romantismo e os sentimentos nos portões do ano 2000.
 
E para quem conheceu um mundo menos ruim só resta a saudade.
 
Pais: não deixem os seus filhos nas mãos do século vinte e um!
 
E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará. (Mt 24:12)
 
Estando cheios de toda a iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade; (Rm 1:29)
 
E então verão vir o Filho do homem nas nuvens, com grande poder e glória. (Mc 13:26)
 
Wagner Antonio de Araújo
431

Um comentário:

  1. Pura e triste verdade e realidade. Quanta saudade da inocência, da pureza e do romantismo!

    ResponderExcluir