Translate

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

memórias literárias - 371 - CONFERÊNCIAS ESCATOLÓGIAS - 1a PALESTRA

CONFERÊNCIAS ESCATOLÓGICAS

29, 30 e 31 DE JULHO, e 1º. DE AGOSTO DE 2009

IGREJA BATISTA BOAS NOVAS DE OSASCO SP

Preletor: WAGNER ANTONIO DE ARAÚJO

  • 1ª. PALESTRA: INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA E DEFESA DO PRÉ-MILENISMO COMO O SISTEMA MAIS COERENTE

  • 2ª. PALESTRA: SINAIS DA VOLTA DE CRISTO - APOSTASIA

  • 3ª. PALESTRA: ARREBATAMENTO E RESPOSTA DE QUESTÕES

  • 4ª. PALESTRA: ARREBATAMENTO DA IGREJA

INTRODUÇÃO À ESCATOLOGIA E A DEFESA DO
PRÉ-MILENISMO COMO O SISTEMA MAIS COERENTE

Escatologia (do grego antigo εσχατος, "último", mais o sufixo -logia) é uma parte da teologia e filosofia que trata dos últimos eventos na história do mundo ou do destino final do gênero humano, comumente denominado como fim do mundo.

  1. O ser humano sempre interessou-se quanto ao seu futuro, buscando antecipar os acontecimentos
  2. Seu interesse quanto ao futuro da humanidade, ao futuro de sua família, do Planeta Terra e o futuro de sua alma imortal ocuparam grande parte de sua atenção.
  3. Atualmente é consensual a opinião de que o mundo irá acabar; a própria ciência indica o prognóstico como certo.
  • Os religiosos crêem nisso e montam complexas teorias sobre como será o fim do mundo e o que existirá depois do fim;
  • Os esotéricos acreditam no fim da atual Era de Peixes  e início da Era de Aquário, que será um novo tempo, com uma civilização holística melhor e mais feliz;;
  • Os céticos crêem que a ENTROPIA (envelhecimento simultâneo e universal da matéria) por fim esgotará todo o universo e tudo se tornará nada ou mera poeira cósmica;
  • Os cientistas crêem nos grandes cataclismas, nos asteróides que se chocarão inevitavelmente com o planeta, destruindo a vida biológica nela existente, nas  explosões solares desordenadas, na saída de órbita do planeta e, conseqüentemente, no vaguear do planeta pelo vazio sem fim; com isto certamente terá fim a humanidade.

Como crêem os cristãos quanto ao tema FIM DO MUNDO?

Primeiramente vamos alistar as três principais opiniões sobre “o que acontece com o crente após a morte”.
3)     TEORIA DO JUÍZO IMEDIATO – Baseando-se em Hebreus 9.27, essa teoria defende que “o mundo acaba para quem morre”. Quem morre passa imediatamente para o seu juízo final particular e conseqüente direcionamento ou para o castigo eterno ou para a glória eterna.
3)     TEORIA DO SONO DA ALMA – Para os que crêem nessa teoria, a pessoa, ao morrer, entra num estado de sono absoluto, que terá fim apenas quando da volta de Cristo para ressuscitá-la. Assim, não apenas o corpo, mas a própria alma, ressuscitará no dia da volta de Cristo.
3)     TEORIA DO ESTADO INTERMEDIÁRIO – Crêem estes que as pessoas que morrem não são encaminhadas para os seus lugares definitivos (Nova Jerusalém para os salvos ou Lago de Fogo e Enxofre para os perdidos), mas em locais provisórios e temporários, no aguardo do dia da ressurreição. Esses lugares são: Paraíso ou Seio de Abraão para os salvos, e Inferno para os perdidos. Contudo, conquanto não definitivos em termos de duração, são de natureza imutável, não havendo mais possibilidade de transmutação de natureza do lugar (um perdido não terá uma segunda chance).

Normalmente nós, os batistas e inúmeros protestantes, advogamos a teoria número 3.

E quanto ao final dos tempos, quando da ressurreição dos justos até a chegada da Nova Jerusalém, temos também três teorias:

1) TEORIA AMILENISTA – Essa teoria não crê que vá existir algum período futuro chamado de Milênio. Pelo contrário, tudo será simultâneo: ressurreição, arrebatamento, juízo final e porvir. Para essa teoria não há um complexo esquema de acontecimentos que precedam o fim de tudo. As questões abordadas em Apocalipse são apenas alegóricas para consolo dos cristãos que sofriam. Tudo é muito simples: no final Cristo vencerá e estaremos salvos:
a) Jesus vem e arrebata a igreja, ressuscitando também os mortos;
b) É estabelecido o Juízo Final
c) Começa a eternidade.

Essa postura é muito popular entre muitos protestantes. Ela já foi maioria entre os batistas também.

2) TEORIA PÓS-MILENISTA – Essa teoria foi muito popularizada no final do século 19 e primeira metade do século 20; depois voltou à tona no final do século 20 com a chamada Nova Era e Um Novo Tempo; mas com  a sucessão de duas grandes guerras mundiais e do terrorismo, o sistema caiu em franca decadência. Mesmo assim, ainda há quem creia dessa forma:
a) O evangelho será pregado no mundo todo
b) O evangelho aos poucos transformará toda a Terra, como as águas cobrem o mar (Habacuque 2.14)
c) O mal será extirpado e o planeta viverá em paz com a humanidade, que se salvará e será transformada.

3) TEORIA PRÉ-MILENISTA – Este sistema formou-se à partir da segunda metade do século 19, foi defendido pela ramificação fundamentalista e restauracionista do protestantismo, mas não foi levado muito à sério pelos cristãos evangélicos tradicionais. Contudo, com o surgimento do pentecostalismo no início do século 20 ele popularizou-se, tornando-se a teoria escatológica mais comum e aceita, sendo que entre os batistas não é abraçada pelos teólogos mais graduados em grandes seminários denominacionais. Normalmente a justificativa é que “escatologia é um tema difícil, que não edifica e que divide). Nas igrejas pequenas e em muitas grandes também, o pré-milenismo é quase unânime.

Este palestrante aceita o pré-milenismo como teoria que mais se aproxima do real cumprimento bíblico das profecias.

Mesmo no pré-milenismo, há três tipos diferentes de posição quanto à questão do “arrebatamento da igreja” em função do período conhecido como “A Grande Tribulação”:
a)     PRÉ-MILENISTA PRÉ-TRIBULACIONISTA – É aquele que crê que haverá arrebatamento da Igreja antes do período chamado de “Grande Tribulação”. Para este a Igreja de Cristo não estará mais aqui quando o anticristo exercer seu poder e império. O esquema profético fica assim colocado:
1-      ARREBATAMENTO
2-     GRANDE TRIBULAÇÃO
3-     VOLTA TRIUNFAL DE JESUS
4-    O MILÊNIO
5-     BATALHA FINAL
6-    O PORVIR

b)     PRÉ-MILENISTA MID-TRIBULACIONISTA- É aquele que crê que o arrebatamento ocorrerá em algum momento do período chamado “Grande Tribulação”, quando o Anticristo reinará sobre a Terra. A Igreja do Senhor Jesus passará por parte desse período, mas será arrebatada subitamente, num momento que só o Senhor sabe. Assim, teríamos:
1 – INÍCIO DA GRANDE TRIBULAÇÃO
2- ARREBATAMENTO
3- TÉRMINO DA GRANDE TRIBULAÇÃO
4- VOLTA TRIUNFAL DE JESUS
5- O MILÊNIO
6 – A BATALHA FINAL
7- O PORVIR

Este palestrante advoga essa posição como a mais coerente com as profecias apocalípticas
c)      PRÉ-MILENISTA PÓS-TRIBULACIONISTA – É aquele que crê que o arrebatamento da Igreja ocorrerá após o período da “Grande Tribulação”, quando os sobreviventes cristãos serão arrebatados e os mortos em Cristo serão ressuscitados. Já que o Senhor não preservou a Igreja dos Mártires de passar por tanto sofrimento, por que haveria de preservar a igreja da última hora também? Assim, teríamos:
1- GRANDE TRIBULAÇÃO
2- RESSURREIÇÃO DOS SALVOS E ARREBATAMENTO
3- VOLTA TRIUNFAL DE JESUS
4- O MILÊNIO
5- A BATALHA VINAL
6- O PORVIR

RESUMO:

POSIÇÕES SOBRE O QUE ACONTECE APÓS A MORTE:
1)       JUÍZO IMEDIATO
2)      SONO DA ALMA
3)      ESTADO INTERMEDIÁRIO

POSIÇÕES SOBRE O MILÊNIO:
1)       OS AMILENISTAS
2)      OS PÓS-MILENISTAS
3)      OS PRÉ-MILENISTAS

POSIÇÕES SOBRE OS PRÉ-MILENISTAS E A GRANDE TRIBULAÇÃO:
1)       OS PRÉ-TRIBULACIONISTAS
2)      OS MID-TRIBULACIONISTAS
3)      OS PÓS-TRIBULACIONISTAS

Por que o pré-milenismo é melhor?
1)     Porque não ignora as profecias sobre um possível milênio de paz sobre a Terra
2)     Porque é a única alternativa para um período de paz e harmonia entre todos
3)     Porque cumpre profecias davídicas
4)     Porque propicia o entendimento sobre uma prisão de mil anos ao Diabo
5)     Porque cria o ambiente para um império mundial real sobre a Terra para o Messias

Por que o mid-tribulacionismo é melhor?
1)     Porque o arrebatamento será uma surpresa para todos
2)     Porque a apostasia terá que ser rejeitada pelos fiéis, tem que haver fiéis nesse tempo
3)     Porque haverá necessidade de perseverança, ainda que o período não venha a ser longo, mas abreviado.

VAMOS, ENTÃO, ÀS PROFECIAS QUE
ANTECEDEM A VOLTA DE JESUS.

Veremos isso amanhã, se assim Deus nos permitir.



IGREJA BATISTA BOAS NOVAS DE OSASCO SP
Avenida Internacional, 592 – Jardim Santo Antonio – Osasco SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário