Translate

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

memórias literárias - 274 - O DEUS QUE ... É SOBERANO

 
 
 
1 - O DEUS QUE ...
 
É SOBERANO
 
274
Eu creio no Deus revelado na Bíblia Sagrada, Deus que também se revela na natureza criada e que encarnou-se na Pessoa bendita de Seu Filho Jesus Cristo.
 
Deus é soberano. Soberania significa dominação e autoridade absolutas. É aquele que domina acima de todas as coisas.
 
Deus é soberano na História. Nada acontece por acaso. Ele jamais foi surpreendido por algum fato que lhe escapara ao controle. A História não é um caos, Deus a conhece, supervisiona e lhe impõe limites.
 
O pecado do homem não pôs fim à soberania de Deus. Há quem  diga que Ele teve que remediar o estrago das más escolhas humanas. Enganam-se. Deus permitiu uma história humana e sempre soube dos resultados das escolhas do homem. Em Sua soberania permitiu que tudo seguisse avante, pois tencionou criar um ser à Sua imagem, com atributos de Sua pessoa, sendo um deles o livre arbítrio.
 
Deus é Senhor do tempo. Não há nem tempo demais e nem de menos. Ele é quem estabelece limites para reinos, impérios, épocas, culturas, guerras ou transformações. Nossos dias são contados diante dele. Antes mesmo que vivêssemos um único minuto Ele já havia visto e permitido sua possibilidade até o nosso último fôlego.
 
Ele é soberano sobre a eternidade. Ele é Senhor da vida e também da morte. É o autor da salvação e a autoridade sobre a perdição. Não há um soberano no Céu e outro no Inferno; Ele é quem detém as chaves do Reino e também da morte e da perdição. As chaves da eternidade estão em Suas mãos. O destino de todos nós passa por Ele.
 
Ele mantém o espaço intacto e por Sua ordem também o destruirá quando chegar o dia do Juizo Final. Ele tem domínio sobre a natureza, tanto para fazer dos mares deserto ou transformar desertos em jardins.
 
Ele é soberano para chamar-nos ao arrependimento. Ele chama, convence do pecado, faz nascer em nós uma nova natureza e cria um novo ser no peito de cada convertido. Seu chamado é eficaz e Seu poder suficiente para dar um novo começo a uma história terminal.
 
Deus é soberano na vida do crente. Ele é quem permite ou impede algo. Ele é quem faz e realiza. E seus planos não podem ser frustrados.
 
Esse soberano Deus é amoroso e pode hoje, com Sua graça e poder transformar as nossas vidas, enxugar os nossos olhos, abrir novas portas e conduzir-nos ao êxito aqui e à vida eterna além.
 
Portanto, digamos como Habacuque, um homem que creu no soberano e vivo Deus:
 
Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; ainda que decepcione o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja gado;  Todavia eu me alegrarei no Senhor; exultarei no Deus da minha salvação. (Hc 3:17-18).
 
 
Wagner Antonio de Araújo

São Paulo, SP, 25 de outubro de 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário