Translate

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

memórias literárias - 285 - O DEUS QUE ... É PRESENTE

 

1 - O DEUS QUE ...
 
É PRESENTE
 
285
Eu creio no Deus Todo-Poderoso, revelado na Bíblia, que é Pai, Filho e Espírito Santo; que manifesta Seu poder em tudo o que criou e que encarnou-se na pessoa de Seu bendito Filho Jesus Cristo, o Rei dos reis e o Senhor dos senhores.
 
Ele é Deus presente. Ele não é o deus distante das montanhas (por isso não preciso subir os montes bíblicos, altos ou famosos para encontrá-Lo) ou o deus dos vales (não tenho que procurar encruzilhadas, matas fechadas ou beiras de praia para percebê-Lo). Ele não é o NIHIL, o AUSENTE, o ideal do NIRVANA. Ele é EMANUEL, cujo significado é DEUS CONOSCO. (Diga-se de passagem que o homônimo "Emmanuel", denominado "guia espiritual" de médiuns espíritas, não passa de um logro falso e bem armado; o autêntico EMANUEL é Cristo, conforme encontramos em Isaías 7.14).
 
Deus é presente na Sua obra criadora. Não que Ele confunda-se com as coisas que criou, como se pudéssemos encontrar o padeiro no meio do miolo do pão ou o lenhador nos entalhes de um móvel de madeira. Deus é presente no testemunho de Sua magnífica criação. O céu, a Terra, o mar e tudo o que existe testificam de Sua existência inteligente e pessoal.
 
Vemos Deus presente num bebê em gestação onde cada célula se reproduz numa parte específica do corpo. Deus está presente no lago piscoso, no rio caudaloso, na luz do luar, no canto do Uirapuru, no odor das rosas, no olhar das crianças, no pôr-do-sol de outono, na luz das estrelas, na cura de uma ferida, no renovo de uma árvore, no fermento que faz crescer a massa, na sabedoria humana em suas belas construções, no vôo dos aviões.
 
Deus está presente no coração dos homens que promovem o perdão entre os povos, na construção  de coisas que amenizam o sofrimento, no celeiro de idéias e no espírito autruista.
 
Deus está presente nos milagres de Jesus. Foi Ele quem se comoveu com a dor da viúva de Naim e devolveu-lhe o filho que morrera; foi Ele quem condoeu-se da deficiência do cego de Jericó e recuperou-lhe a visão; foi Ele quem apiedou-se do ladrão arrependido na cruz, garantindo-lhe a vida eterna; foi Ele quem ordenou ao Seu amigo Lázaro para que saísse da sepultura ao quarto dia após ter falecido. E em todos esses casos a presença de Deus foi maior do que todas as leis físicas e princípios naturais conhecidos. Ele está acima das próprias normas da existência do Cosmos. Ele domina e não é dominado; onde Deus está tudo é possível.
 
Deus está presente quando um missionário deixa todo o seu conforto local e arvora-se na aventura da pregação aos perdidos distantes. Ele está presente na pequenina igreja da favela, fazendo-Se luz no meio das trevas. Ele está presente num copo d'água fria servido em nome de Jesus. Onde houver evangelho e boa nova de salvação ali Deus está presente.
 
Também faz-Se presente num coração humano arrependido, que busca o perdão em Cristo. Deus está presente no ato da conversão de um pecador, transformando-o em nova criatura. Ele está presente num casal que faz as pazes, no consolo de um enlutado ou numa dor que se desfaz. A Sua luz dissipa as trevas e onde Deus está há luz.
 
Ele está presente no coração de cada crente. A solidão não existe no peito de quem conhece EMANUEL, pois é impossível estar sozinho quando Deus em Cristo nos preenche plenamente.
 
Por isso o clamor dos anjos na Anunciação do nascimento de Jesus ecoa agora como toque de excelência em nossa meditação:
 
"Eis que vos trago novas de grande alegria!"
"Paz na Terra, boa vontade entre os homens!
"Seu nome é EMANUEL"!"Vos nasceu o Cristo, o Senhor!"
(Lucas 2)
 
Aleluia!
 
Wagner Antonio de Araújo
São Paulo, SP, 26 de outubro de 2011
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário