Translate

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

memórias literárias - 411 - IGREJA OU COMUNIDADE?

IGREJA OU
COMUNIDADE?

411
"Comunidade de Fé". Li isto num boletim de uma centenária igreja do Rio. Leio isso em diversas páginas do facebook e em boletins de igrejas paulistanas. Isso no meio batista. No meio evangélico em geral o título comunidade forma um grupo de pentecostais e neopentecostais moderados. Outros dão os nomes mais estranhos às suas igrejas: "bola", "grupo", "rede", "toca", "confraria" etc.
Chamar igreja de igreja parece estar fora de moda. Talvez para não confundir com o prédio, que não é igreja, apesar de ser chamado disto.
Outros não a chamam de igreja porque não querem ser confundidos com os "igrejados". São os "destemplados" que se reúnem e decidem "ser desigrejados em comunidade". Absurdo e contradição! Outros ainda não chamam igreja de igreja porque crêem que trará rejeição popular; assim, disfarçam a fé e empurram goela abaixo uma igreja sem a cara de igreja. Igreja disfarçada.
Jesus Cristo nunca teve vergonha de chamar o Seu grupo de apóstolos como "minha igreja". Disse que as portas do inferno não se ergueriam contra ela. Disse também que, no fim dos tempos, viria ressuscitá-la e arrebatá-la. O Apóstolo Paulo afirma que ela é a multiforme sabedoria de Deus. Pedro apóstolo afirma que ela é sacerdócio real, povo escolhido por Deus. A igreja triunfante, no final de apocalipse, faz convite a todos os povos: "quem tem sede, venha!". E hoje os pastores destas igrejas não a chamam mais de igreja. Acham isso pouco contemporâneo e inapropriado.
Há algum tempo uma placa de igreja em Osasco dizia: "comunidade tal - gente que gosta de gente". Eu enviei uma mensagem ao pastor, questionando-o sobre a bobagem que escreveu na placa. Onde encontrar na bíblia a autorização para transformar a igreja num clube meramente de convívio humano? Igreja não é gente com gente, mas é Cristo NA gente, Cristo reinando ENTRE A  gente! E Ele, o noivo da igreja, não mandou disfarçarmos o nome dela. Ele a chama de IGREJA. E, se assim é, por que nós, crentes do fim dos tempos, ousamos substituir IGREJA para termos de relacionamentos humanos que servem para qualquer agremiação secular? Quando Cristo fez uso deste termo grego (ekklesia, um termo que significava "chamados para fora", usado para convocar gregos para reuniões públicas da cidade, séculos antes de Cristo), adotou-o como termo pelo qual os seus discípulos seriam chamados. Quem somos nós para mudar isto?
Não. Não devemos mudar. Não somos meras comunidades de fé. Não somos associações religiosas tão-somente. Não somos clubes de fé. Não somos bolas de materiais diversos. Não somos tocas e nem ninhos. Não somos aglomerados humanos ou simples denominações evangélicas. Somos A IGREJA DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, a noiva do Cordeiro, os remidos do Senhor, os salvos pela graça por meio da fé, os predestinados para a salvação e os vencedores pelo Cordeiro de Deus!
Que as igrejas tenham cara de igreja, nome de igreja e espírito de igreja. E que Cristo seja o Seu cabeça. Assumamos a nossa missão e tomemos posse desta herança!
O mistério das sete estrelas, que viste na minha destra, e dos sete castiçais de ouro. As sete estrelas são os anjos das sete igrejas, e os sete castiçais, que viste, são as sete igrejas (Ap 1:20)
À universal assembléia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados; (Hb 12:23)
Mas, se tardar, para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade. (1Tm 3:15)
Wagner Antonio de Araújo
membro de igreja.

22/02/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário