Translate

domingo, 18 de janeiro de 2015

memórias literárias - 145 - SATANÁS ESTÁ CHEGANDO

Post Scriptum: Boko Haram, ISIS (Estado Islâmico), Al Kaeda etc, grupos de barbárie inimaginável até para os períodos antigos da história, hoje munidos com bombas e armas de destruição em massa: Satanás está se armando dia após dia e sua vinda está próxima. Leiam o texto, já desatualizado após um ano!
 
Pr. Wagner Antonio de Araújo, 18/01/2015
 

 



145 -
SATANÁS
ESTÁ CHEGANDO
 
Cristãos dividem-se no assunto ESCATOLOGIA, isto é, na doutrina das últimas coisas. Há muito tempo o pós-milenismo era uma parcela imensa da população evangélica. Com o tempo e as decepções pelas duas gerras mundiais e as posteriores, o amilenismo tornou-se a opção do momento, inclusive entre muitos pioneiros na educação teológica das denominações históricas como os batistas. Mas o pré-milenismo organizou-se de maneira consistente e agigantou-se em todas as vertentes, passando a enxergar as últimas coisas como "por vir", não "como alegorias ou fábulas".
 
Por mais anti-pré-milenistas que muitos sejam, certamente estão perplexos com o fluxo de acontecimentos profetizados na Bíblia e que agora surgem no cenário mundial. Um deles se chama "contra tudo o que Deus fez". Ouvi um professor de história, no púlpito da Boas Novas, recentemente dizer: "o mundo prepara-se para uma Nova Ordem Mundial, da qual a IGREJA não fará parte". Esta frase sintetizou exatamente o que cremos com relação ao mundo que emerge das muitas águas, como a Besta que subiu do mar: a Terra será dominada por SATANÁS.
 
Hoje a ONU lançou, em parceria com a Prefeitura do Município de São Paulo, com o dinheiro dos impostos de todos os paulistanos, a campanha "Livres e Iguais", contra a "homolesbotransfobia", isto é, contra qualquer ato que signifique discordância do homossexualismo em todas as suas perversões e promiscuidades. Quer a ONU e a Prefeitura de SP distribuir entre nossos jovens e adolescentes cartilhas ensinando que "todos são iguais", não em termos de humanidade, mas em termos de comportamento. Então não há diferença entre um casal de homens ou de mulheres formando parcerias "familiares". A palavra PECADO, em qualquer instância e essência, está BANIDA do vocabulário. Aliás, o próprio catolicismo, com seus padres televisivos, explica pecado como "más decisões que fazem sofrer e por isso devem ser evitadas", não como "atos que desonram e ousam contra Deus".
 
Prezados leitores, até o mais cético amilenista é obrigado a confessar: isto é inédito e absolutamente escatológico. Dias atrás a empresa que faz o Mozzila demitiu o seu presidente porque ele ousou dar mil dólares a uma campanha contra o homossexualismo. Qualquer político que queira eleger-se no Brasil não poderá confessar-se contra o relacionamento afetivo/sexual entre pessoas do mesmo sexo. As mídias de toda espécie trabalham em uníssono para desaterrorizar as pessoas sobre a homossexualidade e transformar os gays em celebridades, dando-lhes lugares nos programas de auditório, dirigindo entrevistas, construindo programas de viagem, culinários e de entretenimento e fazendo com que se respire homossexualismo dia e noite, em casa, na escola e no trabalho. E aqui em São Paulo, no próximo domingo, respiraremos "gayzismo" com a marcha gay, a maior passeata do mundo para  transformar essa prática em coisa linda e aceitável.
 
E por que tudo isso está a acontecer? Porque por trás de tudo há o "Príncipe deste mundo", "o deus deste século", cujo tempo é "a hora e o poder das trevas" e que "colocará um selo sobre todos", uma unidade, um código, sem o qual não se poderá mais comprar, vender ou participar da sociedade. É a unificação do anti-cristo acontecendo de forma explícita com o dinheiro de nossos impostos, com políticos malignos que se elegem sob a influência explícita de Satanás, que cativa e hipnotiza os incautos e também os sábios, obrigando-os a votar nos filhos do Maligno. Ele usa o dinheiro dos impostos para comprar o voto dos que ganham bolsas e benefícios e no momento das eleições votam pelo estômago, não pela justiça.  E isto não se restringe aos dois grandes partidos brasileiros (PT e PSDB em SP, por exemplo); isto está esparramado por TODOS os partidos, porque hoje não há um único partido que ouse ser explicitamente contrário ao que está se construindo na sociedade.
 
A técnica é simples. Deus criou o homem e a mulher, dando-lhes a função biológica e familiar da procriação e domínio da humanidade. Deu papéis, estabeleceu compromissos, colocou responsabilidades específicas. Fez do ser humano um casal. Satanás, cujo tempo se esgota, e que procurará destruir o projeto de Deus e levar as almas humanas para o inferno, inicia a sua batalha com a tradicional pergunta: "É assim que Deus disse?", e completa: "Deus sabe que não!". Então hoje, com a sociedade dos últimos tempos e com a tecnologia extremamente avançada, unifica as mentes e os corações com internet, com tv, com rádio, jornal, revista e, principalmente celulares, e diz: "homem com homem é coisa divina, mulher e mulher é coisa maravilhosa". Daí conclui: "homem e mulher são iguais", não iguais em dignidade e importância, mas "sem funções próprias". E continua: "é lindo o amor homossexual!". E passa a levantar seus súditos, INCLUSIVE protestantes, como o médico oriental protestante, que já operou 300 transexuais, dizendo: "estou corrigindo os erros de Deus". E agora, com as cartilhas da ONU, essa organização diabólica, coloca nas mãos de nossos adolescentes, crianças e jovens, além de pais e formadores de opinião, a sua filosofia de beleza, ternura e normalidade naquilo que é uma provocação à criação de Deus.
 
E assim Satanás caminha para "estar onde não deve estar", isto é, assenhorando-se da humanidade. E não de forma política (ao menos por agora), mas de forma MENTAL/ESPIRITUAL/FILOSÓFICA. E isto ele está conseguindo. Igrejas cristãs já se tornaram andrógenas, reinterpretando coisas de responsabilidade de um dos sexos como para ambos, e para isso construindo uma teologia "inclusiva", cheia de suposta justiça e humanidade, buscando corrigir os erros crassos do machismo bíblico, segundo afirmam. Hoje nenhuma função eclesiástica deve restringir-se ao que ficou estabelecido no Novo Testamento. E, sob um impacto de ternura infundada, abrem as portas do Inferno para que os crentes nele caiam, criando igrejas metropolitanas e cidades de refúgio, ou igrejas históricas inclusivas com pastores universalistas bonzinhos e cheios de auditório. Usam, inclusive, seus templos cheios como argumentação de que "foram abençoados" e "os outros não".
 
Amigos que me lêem, estas palavras não poderão ser publicadas em breve. Seremos censurados. A Bíblia já está a ser censurada em vários lugares, exigindo versões "filtradas" de seus textos, evitando, assim, qualquer dificuldade na implantação do Novo Reino, do Novo Sistema, da Nova Era, da Nova Ordem Mundial. É o "Protocolo dos Sábios de Sião" e todo o sistema de "Socialização" a vingar nas sociedades. O atual governo dos Estados Unidos da América, cuja sociedade até 80 anos atrás cristã e fortalecida pelo evangelho, é hoje o carro-chefe de Satanás, propagando seu enxofre maligno nas mídias globalizadas de opção erótica e anti-cristã. Aquela anedota está se tornando verdade: "Antigamente ser gay era doença, depois tornou-se opção; está chegando o dia em que será imposição". É o que estamos a enxergar.
 
Não posso terminar este texto com alguma esperança para este mundo. O despenhadeiro não tem volta. Um avivamento cristão só terá abrangência localizada, não mais mundial. É chegada a hora da ceifa. Deus está passando  o prumo pelo mundo e procurando os Seus fiéis. Das nossas crianças devemos cuidar, zelar. Dos nossos púlpitos devemos propagar a verdadeira Palavra de Deus e o "Assim diz o Senhor". De nossos blogs, sites, artigos, jornais e canais devemos ensinar a verdade enquanto ainda tivermos tempo e oportunidade. Mas que saibamos que a nossa liberdade está próxima de acabar. A volta de Jesus está próxima. Mesmo para os amilenistas. E os pós-milenistas, que acreditam que já estamos a gozar da eternidade, precisarão rever seus valores e entender que a glória não virá neste mundo tenebroso. O Reino de Deus, que está em nós, há de chegar com juízo e justiça, antes de imperar pelo Planeta. A Grande Tribulação já está terminando de montar o seu palco.
 
Jesus em Breve Virá.
 
Wagner Antonio de Araújo,

28/04/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário