Translate

terça-feira, 5 de março de 2013

memórias literárias - 30 - MEU PEQUENO JASON


30 - MEU PEQUENO JASON


Hoje é um dia tão feliz para mim e para a sua mãe! Sabe, faz três dias que você nasceu. Estávamos tão ansiosos pela sua chegada que nem nos demos conta de quanto você era importante para nós!


Espero que goste do seu bercinho. Nós o compramos especialmente para você. Daqui a alguns meses você poderá brincar com os bichinhos que penduramos, com os mordedores, com os animaizinhos que fazem barulho quando os apertamos.

Como eu estou feliz, meu filho! "Meu filho"! Meu Deus, como é gostoso dizer MEU FILHO! Eu nunca imaginei que um dia pudesse ter uma vida procedente de mim! Desculpe a lágrima, meu filho, mas é que estou muito feliz!

Quando sua mãe e eu nos conhecemos, sentimos os nossos corações se unirem de forma mágica, foi como o pôr-do-sol no outono, como o vento frio nas faces avermelhadas de dois apaixonados! Fizemos tantos planos, tantas juras, tantas promessas! Por vezes pensávamos que nunca daria certo, mas perseveramos e nos casamos.

Ah, Jason, você nem imagina como fomos felizes! Quando viajamos na lua-de-mel, sonhávamos com o dia em que acalentaríamos você em nossos braços! E foi justamente numa linda noite de lua cheia, numa pousada no alto de uma montanha, que nós, apaixonadamente, unimos tudo o que tínhamos, tudo o que éramos, tudo o que sentíamos e mergulhamos num êxtase de alegria e beleza, num amálgama de felicidade e ternura!

Foi alí que você foi formado, meu filho, pelo amor eterno do nosso Criador. Sua mãe tornou-se mais doce ainda, tornou-se meiga, tornou-se frágil, tornou-se sensível, você passou a residir dentro dela, como um lindo presente que estava se formando!

Ah, Jason, seus dedinhos pequenos, agarrados em minha mão, como me emocionam! Você é tão frágil, tão sublime, tão carente, como eu amo você!

Quero assistir os seriados antigos com você, ensinar-lhe a cantar as canções inesquecíveis, brincar de cavalinho, pular cordas e pintar o sete. Quero ser um pai de verdade para você, meu filho! Quero contar as velhas histórias, mostrar-lhe os velhos lugares e andar passo a passo com você!

Filho, sei que agora você está com soninho. Sei que não está entendendo nada do que falo, do que choro ou do que sinto; você ainda é uma flor em botão. Por isso estou escrevendo tudo;  assim um dia você poderá ler e reviver comigo as emoções que senti quando você veio morar conosco, tomar conta do seu bercinho e invadir o nosso coração com o seu encanto!

Acho que para mim a vida tem agora um novo sentido, meu filho! Agora você é a minha razão de viver, de aprender, de vencer, de lutar! Não, não deixei a mamãe de lado não, querido. Eu e a mamãe sentimos o mesmo por você. Nem eu e nem ela temos ciúmes por amarmos a você. É como se você fosse a ponte que solidifica mais e mais o amor que ela e eu sentimos um pelo outro.

Muito obrigado, Jason, por nos fazer felizes e por existir!

Agora, deixe-me ajoelhar junto ao seu bercinho. Vou falar com o Criador, aquele que cuida de você, da mamãe e do papai. Aliás, quero que você aprenda a amá-lo junto comigo. Por isso, querido, hoje mesmo, aqui de joelhos, quero ensinar-lhe a buscá-lo sempre, até nas horas alegres e lindas, como essa.

"Papai do céu, aqui sou eu, o papai do Jason. É tão gostoso ser pai, Papai! Eu não imaginava o quão rico é o sentimento de paternidade; agora posso imaginar o Teu sentimento por Jesus Cristo, o Teu Filho querido! Muito obrigado por fazer-me capaz de gerar, e muito obrigado por fazer minha esposa capaz de conceber! Muito obrigado por dar vida ao meu bebê!

Ajuda-me a ser um bom pai, a ser amoroso, sincero, meigo, disciplinado, correto, bíblico e presente. Sim, Papai do céu, não quero perder nenhum momento do Jason.

Eu Te dou a minha palavra, Papai do céu, que ensinarei o homem que irá crescer a amar-Te sobre todas as coisas, a servir-Te, a colocar-Te em primeiro lugar de sua vida. E, quando ele ficar velho, haverá de se lembrar que o pai dele era um homem que andava com Deus. Me ajuda, Papai do céu. Eu nunca fui um grande santo, um homem muito consagrado. Procuro fazer o melhor, mas sou tão falho! Em nome de Jesus, me ajuda a falhar menos, a lutar mais e a perseverar sempre!

Em nome de Jesus,

Amém."

Boa noite, Jason! Dorme com Deus, meu filho! Deus te abençoe!

(texto fictício)

Pr. Wagner Antonio de Araújo,
Igreja Batista Boas Novas, Osasco, SP
bnovas@uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário