Translate

domingo, 7 de abril de 2013

memórias literárias - 58 - ESTOU ENOJADO 2



58 - ESTOU ENOJADO 2

07/04/2013
Desde que escrevi o primeiro artigo tenho recebido inúmeras manifestações cristãs de apoio, poucas contrárias. Agradeço por ambas.
Hoje risquei de meu rol de programas relevantes o FANTÁSTICO, da TV Globo. O motivo? É um agente de doutrinação em prol da "tolerância sexual", sem o direito do contraditório. Em três matérias sem qualquer argumentação contrária o programa passa a mensagem de que CASAL significa QUALQUER COISA, isto é, não significa mais MACHO E FÊMEA, mas dois de qualquer gênero. A primeira matéria iniciou com o depoimento da Sra. Daniela Mercury, numa apologia à liberdade de viver a moral que desejar. Em seguida abordou o caso esdrúxulo da má paternidade de um casal americano, que dá ouvidos a uma criança de 6 anos que diz ser menina, quando o seu corpo comprova ser um menino. Este casal está processando a escola, que mantém o padrão de banheiros separados. E afirma uma psicóloga que a criança é uma menina no corpo de um menino. A única conclusão: o Criador anda a fazer bobagens, coloca almas femininas em corpos masculinos. E conclui: cada um deve ser o que sente que quer ser, independente do gênero do corpo. Conclui a matéria mostrando famílias lésbicas "bem resolvidas", sem nenhum contraditório, incentivando os milhões de telespectadores do programa de não apenas aceitar o fato, mas a pensar na possibilidade de reorientar seus filhos e familiares. Encerra a matéria a participação da cantora, mostrando a harmonia familiar que reina, nesta agressão que faz da anatomia dos sexos e da moral humana. FANTÁSTICO tornou-se para mim EXTINTO, pois não oferece nada mais do que ALFARROBAS (bolotas de porcos). Um programa noticioso que se preze não pode emitir conclusões sem oportunizar o contraditório.
Um pastor, meu leitor, em Belém do Pará, escreveu-me, dizendo: "Está chegando o tempo em que os crentes ficarão de um lado e o mundo de outro, escolheremos a quem servir: A Deus ou ao mundo (Satanás), isto é, não poderemos mais tolerar em nossos arraiais o relativismo e a simpatia por qualquer coisa deste mundo." Esse pastor está certíssimo. O tempo chegou, finalmente. Não há mais como tolerar e conviver de forma pacífica com essa agressão ao Criador, agressão contra os conceitos de família e moral, agressão contra a liberdade de ser contrário às mudanças malditas que a esquerda ocidental trouxe para a nossa sociedade. Aliás, esquerda sempre teórica, pois não há mais conotação política, senão filosófica, e sempre em busca de vulgarizar, de denegrir o Criador, de arrebentar com paradigmas, de destruir qualquer conceito de firmeza, de equilíbrio, de equidade, de fundamentação social lícita. São dias difíceis.
A tática de Satanás é tomar pessoas importantes, consideradas graduadas e profundamente doutas pelo mundo (mas ignorantes e analfabetas diante de Deus), colocá-las na mídia mundial, para que elas digam novamente em claro e bom som: "Deus disse para não comermos da árvore do conhecimento porque senão morreremos? É MENTIRA, pois Deus sabe que se comermos teremos os olhos abertos!" E então, com cara nova e com equipamento novo, a velha serpente do Éden aparece na mídia, ora com a cara de uma cantora, ora com a cara de um político, ora com a cara de um falso religioso, ora com a cara de um defensor dos direitos humanos, para dizer a todos: "DEUS ESTÁ ERRADO, e quem pensa do jeito que Deus pensa está enganado e tem que mudar de opinião. Não toleramos os contrários, vocês nos incomodam!"
Como nós, pastores, agiremos ante a agressão moral e filosófica que os cristãos autênticos estão a sofrer? Ministraremos água com açúcar, prometendo meras curas físicas, prosperidade financeira, unções fantasiosas e malabarismos pirotécnicos de crescimento dos impérios pessoais, ou esclareceremos as nossas comunidades de que está chegando o tempo da separação, de declararmos publicamente a nossa postura moral, postura cristã, postura bíblica com relação aos assuntos de cunho sexual, familiar, moral, existencial e político?
Não terá chegada a hora de lembrarmos do que se diz de Babilônia? "Sai dela, povo meu, para que não sejas participantes de seus pecados e para que não incorras nas suas pragas". Sim, as pragas virão sobre todos os que se unem nessa cruzada contra a família, contra a moral, contra a decência.  Deus julgará a todos eles. A começar pelos nossos presidentes,  seja o da América, o do Brasil e todos quantos ousam atribuir erros ao Criador. Seu juízo será duro e virá sem clemência. Em seguida a todos os pensadores e formadores de opinião, que se julgaram tão inteligentes ao ponto de dominar a própria ética e fazer a sua própria moral. Na semana que passou um cientista, pasmo, disse que no futuro os homens serão desnecessários na escala evolutiva, pois fazem parte de informação secundária nas carreiras de DNA humano... Será bom que o mundo se prepare para o grande e final juízo divino, pois estão se sentando no Santo dos santos e tomando o lugar de Deus, profanando a criação e o modelo feito por quem nos tirou do nada e nos fez existir.
Quisera ter alguma esperança de dias melhores. Mas os dias melhores virão na eternidade, com Cristo, onde a praga de Satanás, que ousa contra Deus e deseja destruir as Suas obras, não entrará. O Reino de Deus é lá no além, onde está o nosso tesouro. Lá não há choro e lá cantaremos a Deus hinos de louvor. Aqui é nosso campo de batalha, talvez esteja chegando o tempo do martírio e da perseguição religiosa, o mundo não tolera cristãos. Que clamemos como o anjo de apocalipse, aos quatro cantos da Terra: "Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é vinda a hora do seu juízo. E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas." (Ap 14:7)
Indignado com este mundo,
Iluminado com a luz do Cordeiro de Deus,
Wagner Antonio de Araújo
Igreja Batista Boas Novas do Rodoanel, Carapicuíba, São Paulo, Brasil
OPBCB 001 - Presidente

Nenhum comentário:

Postar um comentário