Translate

segunda-feira, 22 de abril de 2013

memórias literárias - 70 - OBRIGADO, SENHOR, PELO "NÃO"!


70 - OBRIGADO, SENHOR, PELO "NÃO"!
23/04/2013
Senhor, eu venho Te agradecer. Não vim pedir nada, apenas louvar-Te pelo NÃO à minha oração!
Obrigado, Senhor, por não me dares o que eu pedia. Oh, Pai, como eu era imaturo! Eu tanto queria, tanto desejava, tanto buscava, mas não avaliava o quanto aquilo iria me prejudicar! Sim, Pai, pois com a maturidade de hoje pude perceber que um SIM naquela altura seria a minha perdição, o meu fracasso, a minha derrota estrondosa. Mas Tu disseste "NÃO" e hoje eu Te louvo por isso!
Obrigado, Senhor, por não teres me curado! Sim, Pai, pois a minha cura seria uma doença para o meu próprio orgulho! Não imaginava que estarias comigo na dor e na enfermidade, pensava que eras apenas o Deus da cura! Ledo engano! Pude aprender que o Teu poder se aperfeiçoa na minha fraqueza, e pude perceber que enquanto estava fraco Tu eras a minha força! Ah, Deus bendito, muito obrigado por me dares o equilíbrio entre o ímpeto de poder fazer de tudo e as limitações inerentes à minha própria fragilidade! O teu "NÃO" proporcionou-me humildade, cuidado, dependência e absoluta necessidade de Te buscar dia e noite!
Graças Te dou, Pai amado, por não me permitires casar com quem eu desejava no passado! Sim, Senhor, pois as paixões humanas são tão mesquinhas e egoístas, que não percebemos a necessidade de buscar a Tua vontade, a Tua orientação bíblica e a Tua aprovação! Quando apaixonados vivemos cegos, pensando enxergar melhor do que Tu! Oh, Senhor, obrigado por não atentares nas copiosas lágrimas que derramei, nos soluços e prantos incontidos noite após noite, quando as quimeras desmoronaram como um castelo de areia! O Teu "NÃO" foi o Teu ato de amor pela minha vida, protegendo-me de um futuro solitário, destruído e infeliz, ainda que eu pensasse o contrário. Foi o Teu "NÃO" que me trouxe a felicidade extrema nos dias de hoje, quando Tu me concedeste aquela que me faria feliz e com quem eu Te serviria. Oh, Deus, graças pelo "NÃO" das melancolias passadas!
Obrigado, Senhor, por não me suprires dos recursos da forma normal, usual, rotineira. Obrigado por me manteres tantas vezes com os recursos parcos e inconstantes, pelas horas de incerteza e pela carteira vazia! Foi no pão só para o dia que eu aprendi a louvar-Te pela bênção de hoje e confiar que Tu me supririas no amanhã! Obrigado pelo "NÃO" para o pagamento pelas fontes certas; isso me deu a graça de ver o Teu suprimento pelos "corvos de Elias" que não tardaram a trazer-me carne e pão, além da água fresca do ribeiro junto aos meus pés! Se Tu não permitisses que eu passasse por isso não saberia como é bom confiar em Ti e não teria testemunho suficiente para pregar aos meus irmãos! Graças Te dou pelo "NÃO" temporário!
Também dou graças pelo "NÃO" doído e definitivo quanto à cura de minha mãe. Tu a levaste, ainda que Daniel e eu clamássemos diuturnamente por sua recuperação e preservação! Ah, Senhor, quantos argumentos nós Te demos! Dissemos que mamãe ainda viveria para Ti, que Te daria o seu melhor, que poderia cuidar dos netinhos que viesse a ter e que nós precisávamos dela. O Teu "NÃO" foi contundente, foi fatal para as nossas emoções. Mas percebemos que com a partida de mamãe na hora certa não houve uma única página rasurada ou mal escrita em sua vida de crente, pois desde a sua conversão essa mulher foi exemplar, consagrada e deixou um rastro de luz pelo caminho. Tivesses respondido com um "SIM" e talvez ela tivesse caído nas tentações de Ezequias, o rei, que, após receber um bônus de 15 anos, colocou a perder parte de seu grande testemunho de homem bom, temente e piedoso. Obrigado, Senhor, pelo "NÃO".
Os Teus "NÃOs" são bênção para mim. Prefiro os Teus "NÃOS" amorosos, sábios e soberanos, do que os "SIMs" irracionais, temporários e egoístas. Por isso Te amo, Senhor, pois és sapientíssimo, gracioso e diriges a minha vida com harmonia e com segurança. Perdoa a minha imaturidade passada, quando reclamei do "NÃO" em tantas oportunidades e ajuda-me a fazer das experiências passadas um chão pavimentado para os  "NÃOs" amorosos que ainda receberei. Comprometo-me a reclamar muito menos e a agradecer muito mais!
Em nome de Jesus.
Amém.
Wagner Antonio de Araújo

Nenhum comentário:

Postar um comentário