Translate

quinta-feira, 6 de julho de 2017

memórias literárias - 463 - A ALEGRIA - SÉRIE: O FRUTO DO ESPÍRITO

A ALEGRIA - SÉRIE: O FRUTO DO ESPÍRITO


463
A ALEGRIA
 
Série: O FRUTO
DO ESPÍRITO

 

Olá! Aqui é o Pastor Wagner Antonio de Araújo

Encontramos o seguinte texto na Palavra de Deus: Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, domínio próprio. (Gl 5:22)
Já meditamos sobre o que significa fruto do Espírito e o primeiro gomo deste fruto. Hoje pensaremos no segundo: alegria! Algumas traduções trazem gozo; extrema felicidade e bem-estar.

As pessoas fazem de tudo para obter a felicidade. Diante de tantos sofrimentos com a vida, com as enfermidades, com o suor do trabalho, com a falta de recursos, com a insegurança, medo e violência, a sociedade busca em vão uma forma de obter a alegria. Inventam festas, bailes, eventos e promiscuidades para esquecerem de suas tristezas. Outros mergulham na bebida alcoólica, bebendo até perder a consciência de suas dores. Ainda outros experimentam drogas e químicas, fazendo viagens mentais que, na maioria das vezes não têem volta.

Quem tem Jesus como Seu Salvador não precisa buscar a alegria; ela já está lá dentro do seu coração. Quando Cristo tornou-se Seu Salvador, trouxe o Espírito Santo para ser morador residente. E Ele produz em nós os sintomas de Sua presença. A alegria é um deles. E o que essa alegria faz no coração do crente?

Ela o faz feliz! Quem tem a paz do céu no coração experimenta uma felicidade sobrenatural! Quem tem a certeza da vida eterna não teme nem a vida e nem a morte. Quem tem Cristo sente uma alegria indizível, pois os seus pecados já foram pagos na cruz do Calvário. Um crente é alegre e feliz.

Esse gozo, essa alegria faz com que a vida tenha significado e equilíbrio. Uma pessoa alegre ouve o cantar dos pássaros nas árvores, o vozerio das crianças na rua, o cicio do vento no rosto, o som tranqüilizante de um rio a correr! Isso não acontece quando somos tristes, infelizes, desesperados. O crente passa pelas mesmas dificuldades que um incrédulo; porém a presença do Espírito Santo em seu coração o capacita para ser grato, para ser esperançoso, para vislumbrar um futuro onde tudo se acertará!

Lembro-me do amado irmão Joabe, na Igreja Batista Boas Novas do Jardim Brasil, São Paulo, onde eu era pastor. Quando lhe perguntava: Como está, irmão Joabe? Ele respondia: Estou melhor do que mereço! E sorria! Essa alegria vem de Deus! Não se trata de gostar de sofrer, de amar estar enfermo, de apreciar passar por necessidades; trata-se de ter consciência de que nada acontece em nossa vida por um acaso e que tudo concorre para o nosso bem, se de fato amamos a Deus!

E mais: essa alegria é duradoura, permanente, constante! Ela não depende de circunstâncias, ela está fundamentada na certeza de que Cristo é Senhor e que, ao final, tudo se ajustará à Sua vontade. E que Ele quer o nosso melhor. Como ser triste se Deus é por nós? Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? (Rm 8:31)Que Deus nos abençoe

Wagner Antonio de Araújo
03/07/2017
 
(mensagem especialmente preparada para a EBAR - Escola Bíblica do Ar, à convite de sua diretora, irmã Ana Maria Suman Gomes).

Nenhum comentário:

Postar um comentário