Translate

sábado, 15 de julho de 2017

memórias literárias - 477 - O DOMÍNIO PRÓPRIO - SÉRIE: O FRUTO DO ESPÍRITO

477
O DOMÍNIO
PRÓPRIO
Série: O FRUTO
DO ESPÍRITO



Olá. Aqui é o Pr. Wagner Antonio de Araújo.

Encontramos o seguinte texto na Palavra de Deus: Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, domínio próprio. (Gl 5:22)
Hoje encerramos a série de artigos sobre O FRUTO DO ESPÍRITO SANTO. Nesta última mensagem abordaremos o tema DOMÍNIO PRÓPRIO.

A falta de domínio próprio por parte dos homens mostra a sua escravidão intrínseca, seja aos vícios que os destroem, seja à promiscuidade que lhes mata e faz perder o respeito, seja na opressão dos povos que estão sob o seu domínio, seja ao dinheiro que lhes dilapida a moral e a própria vida, seja ao Diabo que se lhes assenhoreia, seja à carne, que os mata.

Jesus Cristo veio ao mundo para trazer libertação. Ele é o libertador. E afirmou: Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres. (Jo 8:36). E, de fato, Cristo liberta a todo homem que a Ele se entrega. Primeiramente liberta-o da condenação eterna, trazendo-lhe perdão e salvação. Em segundo lugar, liberta-o da escravidão da carne, esta tendência maligna que nos faz desejar e fazer o que é mal e o que nos destrói. Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte? (Rm 7:24). O mesmo Apóstolo declara: Mas agora, libertados do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna. (Rm 6:22). Fomos libertos e agora podemos dizer não ao que deve ser evitado, e sim ao que deve ser feito. O Espírito Santo nos capacita com o domínio próprio.

Podemos dominar o nosso temperamento. Se iracundos, podemos evitar os embates e as brigas. Se preguiçosos, podemos nos tornar operosos trabalhadores. Se escravizados à prostituição, somos transformados em templo do Espírito Santo e adquirimos castidade e respeito moral. Se faladores e fofoqueiros, temos o domínio da própria língua, podendo contê-la das palavras frívolas. Domínio próprio é expresso na seguinte frase bíblica: Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma. (1Co 6:12). Quem tem Jesus não é dominado por nenhuma vontade impulsiva, desesperadora, insuportável. Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar. (1Co 10:13)

Quem tem Jesus é equilibrado. Quem tem Jesus sabe até onde ir. Quem tem Jesus pode fazer muitas coisas, mas opta por agir de forma que agrade a Deus e que não cause escândalo. Portai-vos de modo que não deis escândalo nem aos judeus, nem aos gregos, nem à igreja de Deus. (1Co 10:32)
Tem o ouvinte domínio próprio sobre as coisas em sua vida? Se desejar tê-lo, entregue-se a Jesus, que o libertará de toda escravidão e o capacitará com o fruto do Espírito, expressando em seu coração o domínio próprio. Que assim seja.
Amém.

Que Deus nos abençoe!

Wagner Antonio de Araújo
10/07/2017
(mensagem especialmente preparada para a EBAR - Escola Bíblica do Ar, à convite de sua diretora, irmã Ana Maria Suman Gomes).

Nenhum comentário:

Postar um comentário